28 outubro 2013

MOMENTOS DE INSPIRAÇÃO - 16ªEdição


FOTOGRAFIAS

Irene e Marlene - duas modelos.
Um campo de trigo
um fotógrafo...
Mas Irene está cansada,
O sol está quente
e Marlene sente a roupa 
colar-lhe ao corpo...
Vire-se para cá Irene!
Fique ao lado dela, Marlene!
O fotógrafo parece não se importar
com os rostos tristes 
das duas.
"É com esses rostos tristes,
afogueados", que as fotos
ficarão excelentes.
E a sombrinha?
Essa sombrinha não para nada...
esquenta-nos apenas...
"Quero um pouco de água - diz Irene
E eu? Um balde cheio - Marlene fala"
"Só mais um pouco...
Vamos aproveitar esse sol maravilhoso e
este campo de trigo brilhante..."
"E o descanso? E a água? Estamos com fome,
senhor Fotógrafo!!!" - Irene
"Basta de tantas fotos!" - Marlene
"OK, dez minutos de descanso.
Minha inspiração está fluida,
densamente provocante."
E dez minutos depois,
Irene e Marlene, de roupas e acessórios
novos e malemolentes,
voltam ao campo de trigo
para novas fotografias
debaixo daquele sol quente...

by Mylla Galvão

Este texto pertence à BC - do Blog M@myrene.




21 outubro 2013

INDIOS DA AMAZÔNIA ENTERRAM VIVAS CRIANÇAS QUE NASCEM COM PROBLEMAS FÍSICOS OU MENTAIS!!!


As imagens desse vídeo são muito fortes! Eu não consegui vê-las. Mas decidi compartilhar pois estão falando nas Redes Sociais que o vídeo é falso. 
Na verdade é um documentário. Foi filmado por americanos.
Índios do interior da Amazônia, enterram suas crianças que nascem com defeitos físicos ou mentais. Vivas! Uma das crianças no documentário, pede que o índio não faça aquilo, pois iria cuidar dela.
Nas Redes Sociais surgiram debates acalorados acerca desse vídeo. Penso no cinegrafista que filmou tudo e não pôde fazer nada!
Mas e se esse vídeo não viesse a público em documentário? Esses mesmos índios iriam continuar praticando esse "infanticídio" de qualquer maneira!
Faz parte da cultura deles! Eles devem achar em sua humilde religião que Tupã (Deus) queria punir sua família!
É uma hipótese, claro! Mas plausível!
Então enterram as crianças para se livrar desse "mal".

Na nossa cultura isso seria um crime. Não na deles. Na deles é normal! É a forma que encontraram para se livrar do que eles consideram ruim para a tribo. 
Uma questão de cultura!

Nós brancos, não aceitamos o modo de vida dos índios. Nunca aceitamos! Sempre quisemos "aculturá-los". Sempre esquecemos que eles tem a própria cultura. E que nem sempre o que eles acham normal; é normal para a gente!
Foi assim na "descoberta" do Brasil, foi assim na escravização, foi assim na "catequização" deles... Sempre impusemos... Nunca... Nunca quisemos aprender com eles!
E, olha! Eles têm muita coisa para nos ensinar... Muita coisa mesmo...
Pensem nisso!

Fonte: Youtube

19 outubro 2013

ANJOS EXPLORADOS

Triste você ver e não poder fazer nada... 

Naquele dia o pai acordou cedo disposto a fazer tudo e ao mesmo tempo nada... Foi para a Feira Livre, disposto a socar quem visse pela frente, mas queria saber o que estava acontecendo com filha mais velha que havia saído da escola e de sua casa para ir morar com o "macho" dela...
Aquela criança poderia dar uma boa pessoa, mas parece que fizeram uma lavagem cerebral nela. Estava outra pessoa...
Saiu da casa de onde morava com certo conforto, e foi para uma casa onde era explorada deploravelmente... Obrigavam-na a trabalhar por uma quantia ínfima de dinheiro... E depois tomavam o dinheiro dela por título de "aluguel"!
Pelo visto ela ia pelo mesmo caminho de sua mãe... Triste isso...
O pai chegou cheio de ódio e raiva dentro de si e viu a filha dentro da barraca de pastel...
Interpelou o dono da barraca:
_ Você sabe a idade dessa criança que trabalha para o senhor?
_ Criança? Que Criança? Não trabalha nenhuma criança aqui... Somos todos adultos!
_ E aquela ali?
_ Ah... Tá aqui faz pouco tempo! Diz que é de maior!
_ O Senhor averiguou isso?
_ Não! Por que?
_ Porque ela tem 13 anos! Tem família! Sabia que posso chamar o Conselho Tutelar e a Polícia Militar?
_ O senhor não faria isso... Estou aqui trabalhando honestamente... E ela é uma boa pessoa. Trabalha direitinho. Tem feito tudo o que mando... Pago a ela todo sábado direitinho.
_ Quanto o senhor paga a essa criança?
_ R$25,00 por sábado.
_ Só isso? É o que chamamos de Trabalho Infantil meu senhor... E mais exploração infantil... Ninguém trabalha por menos de R$50,00 não...
_ Saia daí filha! E vá para a casa de sua avó! Depois conversaremos melhor! E o senhor... Antes de empregar alguém, averigue antes se ela tem família, qual a idade... Não empregue qualquer um que venha lhe pedir emprego! Isso não vai ficar assim não. Dou minha palavra.
_ O senhor vai fazer o quê? Vai ser minha palavra contra a dela!
_ Ora meu senhor... Há muitos meios de puni-lo... Aguarde-me...
E aquele pai furioso, agarrando a criança pelos braços, levou-a dali, antes que se aglomerasse mais gente... 

13 outubro 2013

MOMENTOS DE INSPIRAÇÃO - 14ª Edição


AMIZADE VERDADEIRA

João, era um menino pobre que queria muito ganhar uma bicicleta de presente... Vivia de "olho grande" em cima da "magrela" de seu meu melhor amigo, Valdisney.
_ Me empresta vai? Só um pouquinho! Juro que é só uma voltinha por aqui por perto! 
_ Não! Meu pai me mata! Ele disse que era para eu não emprestar para ninguém! A condição para eu usar a bicicleta dele hoje era essa! Ele nem queria deixar eu vir até aqui! Infelizmente meu pai não gosta de sua família! Falou pra mim me afastar de você! Falou que seu pai está preso, porque matou um amigo dele!
_ É verdade! Meu pai não presta mesmo... Mas não é por isso que eu vou ou sou igual a ele! Eu sou uma pessoa boa... Mas sabe Nei? Eu sou doido com essa bicicleta ou melhor... Com uma bicicleta. Mas infelizmente minha família é grande demais e o dinheiro aqui em casa é pouco! O salário da minha mãe, junto com a aposentadoria da minha avó, mal dá para o sustento da casa! Por isso tenho que trabalhar meio-período na Quitanda de seu Joaquim. Para ajudar lá em casa! Aprendi a andar de bicicleta na marra! Porque tinha que fazer as entregas da quitanda! Minha irmãzinha mais nova está doente! Ela precisa de um remédio muito caro para continuar a viver... Minha mãe e minha avó não sabem mais o que fazer para comprar o tal remédio!
_ Vou falar com a minha mãe, João! Ela ajuda tanta gente! Quem sabe ela pode ajudar a sua mãe ou mesmo a sua irmãzinha! Quem sabe um emprego melhor, com melhor salário para a sua mãe? Você vive dizendo que a patroa de sua mãe paga tão pouco pelas faxinas que ela faz!
_ Pois é... Mas sabe? Faz um tempo - uns dois meses - que eu não entrego todo o dinheiro que recebo pra minha mãe! Eu guardo alguns trocados para mim! Estou juntando para comprar uma bicicleta de segunda mão. Vi uma na oficina de seu Batista e em mais dois meses eu consigo comprá-la... 
_ Você devia juntar dinheiro era para o remédio de sua irmãzinha! 
_ É, eu deveria mesmo... Mas sem a bicicleta, chegaria atrasado na escola todos os dias... Seu Joaquim me empresta a dele, mas de  uns dias para cá, ele vem reclamando muito... Então decidi, por mim mesmo, comprar uma bicicleta para ir para a Escola...
Um dia, depois da aula, ao passar pelo velho túnel de trem da cidade, João viu uma bicicleta encostada nos trilhos... Viu o amigo Valdisney sentado, cabisbaixo, nos trilhos em frente à bicicleta:
_ O que aconteceu? 
_ Dessa vez meu pai vai me matar, esfolar vivo!
_ Por que?
_ Porque eu furei o pneu novinho dele! 
_ Como?
_ Mamãe mandou eu ir até a padaria buscar pão e leite e eu resolvi passar por aqui para encurtar o caminho! Não vi aquele caco ali entre os trilhos... Passei tão depressa, o caco entrou... Rasgou o pneu e furou a câmara de ar... A câmara de ar é fácil e barato colar... Mas o pneu? Muito caro! Não tenho o dinheiro todo? Como vai ser? 
_ Quanto falta?
_ Ah João... Quase a metade do dinheiro... Pelo que o pai falou ontem... E eu estava guardando todo trocado que ganhava para comprar um presente para um amigo...
_ Vamos ver o podemos fazer... Venha! Vamos a borracharia do Ricardo. Eu ajudo você a pagar pelo pneu... E depois vemos como fará para me pagar...
E João levou Valdisney à borracharia do Ricardo. Ele colou o pneu do menino e Compraram juntos o pneu da bicicleta do pai dele.
No Natal daquele ano, Valdisney pagou a João... Comprou para o amigo, a tão sonhada bicicleta que ele queria... Era para esse amigo que o outro juntava os trocados que a mãe lhe dava. Valdisney contou à mãe o que acontecera aquele dia... De como João o ajudara com o pneu da bicicleta do pai... 
A mãe de Valdisney não só arrumara um novo emprego para a mãe de João, como também ajudara o filho a presentear o amigo querido...

Este texto faz parte da BC do Blog M@mirene



10 outubro 2013

SONHOS: VOCÊ ACREDITA NELES?

QUESTÃO 402 - DO LIVRO DOS ESPÍRITOS - Como podemos julgar a liberdade do Espírito durante o sono?

Resposta: (pontos principais)
1 - Pelos sonhos. Quando o corpo repousa, o Espírito tem mais faculdades do que se supõe. Lembra-se do passado e algumas vezes prevê o futuro. Comunica-se com os demais Espíritos, quer do Mundo Espiritual, quanto do Mundo dos Encarnados.
2 - O sono liberta a alma parcialmente do corpo. Esses Espíritos algumas vezes vão para juntos daqueles que lhe são superiores. Com estes, viajam, conversam e se instruem. (Espíritos elevados)
3 - Espíritos menos elevados costumam a ir a mundos inferiores à Terra, onde os chamam velhas afeições.
4 - Isso explica também as antipatias que sentimos por alguém a quem acabamos de conhecer... (vidas passadas).
5 - O sono é a porta que Deus lhes abriu (aos Espíritos) para que possam ir ter com seus amigos do céu; é o recreio depois do trabalho, enquanto esperam a grande libertação (morte)final.
6 - O sonho é a lembrança do que o Espírito viu durante o ´sono. Quando você não lembra daquilo que sonhou; é porque a sua alma não está em pleno desenvolvimento de suas faculdades.
7 - Acontece também que os maus Espíritos se aproveitam dos sonhos para atormentar as almas fracas.

Muito cuidado com esses Espíritos maus... Porque eles apenas querem "brincar" com as almas fracas e inventam certos tipos de sonhos... 

Em qualquer dúvida acerca de alguns tipos de sonhos, procure a assistência de um Centro Espírita com experiência.

Oportunamente tratarei de outras questões sobre OS SONHOS!

Foto: Google images

07 outubro 2013

07 de OUTUBRO : NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

Aqui vai um testemunho meu:
Fui operada da perna (erisipela) no dia de Nossa Senhora de Fátima (13/05/2013)!
Sabemos que Nossa Senhora recebe várias denominações, e têm vários dias dedicados a ela...
Hoje, sete de outubro, é dia de mais uma: Nossa Senhora do Rosário!
Este poderoso instrumento, é para os católicos, uma fonte de graças e uma ponte para Nossa Senhora... Para mim, mesmo sendo espírita, ele também é um poderoso instrumento! Consegui muitas graças com ele! E continuo recebendo! A mais poderosa oração do Rosário: a Ave-Maria!
É curtinha, bonita e poderosa... Exalta a Mãe de Jesus Cristo.
Uma Mãe é sempre uma Mãe!
"Ave-Maria, cheia de Graça, o Senhor é convosco.
Bendita sois vós entre as mulheres.
Bendito é o fruto em teu ventre: Jesus!
Santa Maria, Mãe de Jesus.
Rogai por nós pecadores.
Agora e na hora de nossa morte.
Amém!"

São 150 orações dessas no Rosário, distribuídas em 5 mistérios!
5 Pai-Nossos,
No início do terço:
1 Creio em Deus Pai;
1 Pai-Nosso;
3 Ave-Marias e 
1 Glória ao pai.

Os Mistérios se dividem em:
Gozozos ou da Alegria (Segunda e Sábado);
Dolorosos (Terça e Sexta);
Gloriosos (Quarta e Domingo) e 
Luminosos (Quinta-feira).

Reservar um pequeno espaço de seu dia para a recitação do Rosário - Meio dia ou seis horas da tarde - não leva mais do que meia hora para tal...
Faz bem ao corpo e ao Espírito. 
E sendo católico ou não, o importante é mesmo ter Fé! 
Fé na recitação do Rosário e em Nossa Senhora!
Ela lhe concederá muitas graças!

P.S: Agradeço a Ela pelas graças recebidas até a presente data!

Foto: Google images














Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...