19 outubro 2013

ANJOS EXPLORADOS

Triste você ver e não poder fazer nada... 

Naquele dia o pai acordou cedo disposto a fazer tudo e ao mesmo tempo nada... Foi para a Feira Livre, disposto a socar quem visse pela frente, mas queria saber o que estava acontecendo com filha mais velha que havia saído da escola e de sua casa para ir morar com o "macho" dela...
Aquela criança poderia dar uma boa pessoa, mas parece que fizeram uma lavagem cerebral nela. Estava outra pessoa...
Saiu da casa de onde morava com certo conforto, e foi para uma casa onde era explorada deploravelmente... Obrigavam-na a trabalhar por uma quantia ínfima de dinheiro... E depois tomavam o dinheiro dela por título de "aluguel"!
Pelo visto ela ia pelo mesmo caminho de sua mãe... Triste isso...
O pai chegou cheio de ódio e raiva dentro de si e viu a filha dentro da barraca de pastel...
Interpelou o dono da barraca:
_ Você sabe a idade dessa criança que trabalha para o senhor?
_ Criança? Que Criança? Não trabalha nenhuma criança aqui... Somos todos adultos!
_ E aquela ali?
_ Ah... Tá aqui faz pouco tempo! Diz que é de maior!
_ O Senhor averiguou isso?
_ Não! Por que?
_ Porque ela tem 13 anos! Tem família! Sabia que posso chamar o Conselho Tutelar e a Polícia Militar?
_ O senhor não faria isso... Estou aqui trabalhando honestamente... E ela é uma boa pessoa. Trabalha direitinho. Tem feito tudo o que mando... Pago a ela todo sábado direitinho.
_ Quanto o senhor paga a essa criança?
_ R$25,00 por sábado.
_ Só isso? É o que chamamos de Trabalho Infantil meu senhor... E mais exploração infantil... Ninguém trabalha por menos de R$50,00 não...
_ Saia daí filha! E vá para a casa de sua avó! Depois conversaremos melhor! E o senhor... Antes de empregar alguém, averigue antes se ela tem família, qual a idade... Não empregue qualquer um que venha lhe pedir emprego! Isso não vai ficar assim não. Dou minha palavra.
_ O senhor vai fazer o quê? Vai ser minha palavra contra a dela!
_ Ora meu senhor... Há muitos meios de puni-lo... Aguarde-me...
E aquele pai furioso, agarrando a criança pelos braços, levou-a dali, antes que se aglomerasse mais gente... 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...