30 julho 2009

ROSAS...


O Post de hoje é sobre rosas... De variados tipos... De variados tamanhos... De variadas cores... Mas rosas... E eu amo... Essas acima, são holandesas. São coloridas com corantes naturais, que são colocados em um recipiente e absorvidos pela planta. Ela mesma distribui as tonalidades pelas pétalas.
As amarelas... Minhas preferidas... E de meu saudoso pai também... Rosas amarelas significam alegrias, amizades, e mostram preocupação pela pessoa a quem se oferece. Felicidade!!!
Rosas azuis... Só a foto parece que a rosa é de mentira... Parece que é uma rosa branca que foi colocada em um copo com corante azul, daí absorveu a cor e ficou azul... Mas rosas azuis existem e significam Mistério... Um amor perdido! Conquista daquilo que é impossível...

As rosas rosa significam uma mensagem de felicidade... Para mim lembram o pequeno jardim do quintal de casa... Minha mãe tinha uma roseira em floriam rosas grandes, perfumadas e de um rosa bem profundo e escuro... Quando cheiro rosas dessa tonalidade me remeto a minha infância... Essa roseira durou 35 anos... Rosas rosa escuro: gratidão; Rosa clara: admiração e simpatia.
Rosas vermelhas: as preferidas dos apaixonados, as mais vendidas... Simbolizam o amor,o respeito, a coragem e a paixão... Amor ardente...
As rosas brancas: remetem a tranquilidade, a paz, o amor puro, a inocência... Um buquê delas significa que o amor vai durar para toda a vida... Beleza, charme...
Rosas lilases: São rosas Colombianas. Significam amor à primeira vista. As roxas, amor materno...

Fonte: http://calzzzinha.blogspot.com
http://br.aswers.yahoo.com/question
http://www.mundodeflores.com/rosas-significado-cor-rosas.html
www.casamentoecia.com.br

Fotos: Google

26 julho 2009

TEXTO DO ESPÍRITO ANDRÉ LUIZ



DESCULPAR

Desculpe e você compreenderá.
Onde existe AMOR não há lugar para ressentimento.
Ao colocar-se na condição de quem erra, seja qual for o problema, vc notará que a compaixão nos dissolve qualquer sombra de crítica.
A existência humana é uma coleção de testes em que a Divina Sabedoria nos observa, com vistas à nossa habilitação para a vida sauperior; quem hoje condena o próximo não sabe que talvez amanhã esteja enfrentando os mesmos problemas daqueles companheiros presentemente em dificuldades.
Nos esquemas da Eterna Justiça, o perdão é a luz que extingue as trevas.
às vezes, aquilo que parece ofensa, é o socorro oculto do Mundo Espiritual em seu benefício.
A misericórdia vai além do perdão, criando o esquecimento do mal.
Em muitas ocasiões, a Divina Providência nos permite o erro para que aprendamos a perdoar.
A indulgência é a fonte que lava os venenos da culpa. Perdão é a formula da paz.
Aprendamos a tolerar, para que sejamos tolerados.

ANDRÉ LUIZ

23 julho 2009

CENSO DOS BICHOS (CÃES E GATOS)


A pesquisa Radar Pet, realizada entre Março e Abril em oito metrópoles brasileiras, é o primeiro grande levantamento sobre a relação dos brasileiros com os animais de estimação. Eis os dados:

Possuem cães ou gatos:

44% dos lares das classes A, B e C. Oito em cada dez dessas residências têm cachorro, uma tem gato e uma é coabitada pelas duas espécies.

Os grupos sociais em que cães e gatos estão mais presentes...

1 - Casais com filhos jovens;
2 - Solteiros que vivem sozinhos;
3 - Casais sem filhos ou que já não moram com eles;

...E aqueles em que eles são menos frequentes:

1 - Casais idosos ou idosos que vivem sozinhos;
2 - Casais com filhos pequenos.

Os gatos são mais admitidos dentro de casa...

34% dormem no quarto.
57% mimam mais seus bichanos: Classe A.

... mas os cães também desfrutam dessa regalia:


23% dos cães dormem nos quartos de seus donos.

35% ocorrem na Classe A.


Quem cuida dos animais?


66% dos domicílios, é a mulher ou mãe de família.


O país dos Vira-latas

36% dos lares com cães, há animais sem raça definida.


77% ocorre em lares com gatos.



Fonte: pesquisa realizada com 1307 pessoas pela Comac - Comissão de Companhia/Sindan.

22 julho 2009

Memórias...


Se tem uma coisa que adoro de montão é chocolate...
Melhor ainda se vier recheado de memórias de infância... Tem coisa melhor que ser criança? Acho que não... Criança lembra inocência, pureza, doçura... e também lembra chocolate...

Meu pai era uma pessoa fascinada por doces... Mas os que ele mais gostava sem dúvida eram os doces de leite com chocolate...
Lembro que, depois que ele descobriu que estava com diabetes, driblava todo mundo aqui de casa... E saia escondido para comprar chocolate. A gente falava assim com ele:
_ Pai! O senhor não pode comer doce! Muito menos chocolate...
E ele respondia prá gente:
_ Ah! Gente! Eu gosto... Um pouquinho só...
_ Não pode pai! O senhor vai acabar no hospital!
Ele era mesmo teimoso... Um dia eu encontrei chocolates dentro de uma blusa de frio. Dentro do bolso de dentro. Eram umas 3 ou 4 barrinhas. Fiquei tão feliz! Achei que ele havia escondido as barras ali, para mim. Então... eu comi elas toda feliz! Meu pai sabia que eu adorava chocolate! Mas não eram para mim... Ele ficou furioso!
E eu triste! Ele havia escondido os chocolates ali para comer depois, escondido de todo mundo e eu sem querer havia descoberto seu esconderijo...
Meus irmãos acharam graça naquilo e até me agradeceram por eu haver comido os chocolates... Eu apenas fiquei triste, porque na minha inocência de criança achava que meu pai havia comprado os chocolates para mim... E não para ele...

Foto: Getty images

20 julho 2009

Prêmio BLOG DOURADO


Ganhei este selinho - BLOG DOURADO - da Menina Robô

E o mote do prêmio é esse: " Homenageia os melhores blogs e a sua simbologia das cores. A cor Azul representa a paz, profundidade e imensidão. A cor dourada a sabedoria, a riqueza e a claridade das ideias. O prêmio em si representa a união dos blogueiros.

As regras:
1 - Colocar o prêmio em lugar visível ou de destaque;
2 - Anunciar através de um link, o blog que o premiou;
3 - E premiar outros 15 blogs avisando ao blogueiro do prêmio.

MEUS BLOGS PREMIADOS SÃO:
1 - Sandra (BLOG CURIOSA)
2 - Fátima (BOA BALTAZAR)
3 - Nanda (MÚLTIPLAS REALIDADES)
4 - Elaine (UM POUCO DE MIM)
5 - Angel (ANJOS SEM ASAS)
6 - Rô (NA CASA DA VOVÓ)
7 - Márcia (MB CROCHÊ)
8 - Vanessa (PRONTO, FALEI)
9 - Elma (CALIANDRA DO SERRADO)
10 - Nade (ORGULHO DE SER)
11 - Mírian (CAFÉ COM POESIA)
12 - CONCEIÇÃO DUARTE
13 - Geórgia (SAIA JUSTA)
14 -Mari (BRINCANDO COM A RIMA)
15 - Dú (A MOÇA DO SONHO)



18 julho 2009

MENSAGEM DO DIA - 61


Não discuta.
Conte até dez antes de começar uma discussão.
Ou até cem, ou mil. Uma discussão pode estragar o seu dia, o seu trabalho, a sua saúde e até mesmo a sua vida.
Argumente com senso e equilíbrio. Sustente pontos de vista com tranquilidade. Examine se os outros não tem razão e evite impor a sua vontade. A discussão que você começa prejudica você desde o início.
Saber dialogar é começar a viver em paz!!!

Foto: Google

Fonte: Sementes da Felicidade - Lourival Lopes

17 julho 2009

MENSAGEM DO DIA -113 (Do livro Sementes de Felicidade - Lourival Lopes)

Mantenha o equilíbrio.
Segure os nervos, as palavras, o olhar e descontraia a face. Isso chega a doer, mas controle-se.
Se perder a calma, sobrevém o mal-estar e o arrependimento. Você terá o trabalho de repor tudo no lugar, corrigir os danos e pedir desculpas.
O autocontrole lhe dá o prazer de sentir-se forte e competente. Disciplina sua vida. Engrandece-a.
Os problemas desaparecem de sua frente quando você está bem firmado na força interior.

Foto: Google

Fonte: Sementes da Felicidade - Lourival Lopes

14 julho 2009

O SUSTO DO FIM DE SEMANA!!!


Fui passear este fim de semana com meu namorado... Fomos para a casa da minha irmã: Bom Jesus do Itabapoana, uma cidadezinha no interior do Rio. Ficamos num hotel perto da praça central da cidade.
Hotelzinho bom, aconchegante... Café da manhã de primeira!
Chegamos na sexta à tarde. E o susto ocorreu no domingo de tarde. Antes da gente ir embora. Estávamos nos preparando para recolher nossas coisas quando ele resolveu deitar para descansar um pouco pois havia dormido mal a noite. Ele, dormindo tem a respiração pesada,alta. Nesse dia ocorreu diferente: a respiração estava lenta, baixinha, quase não se ouvia... Comecei a ficar preocupada com aquilo... Nunca ocorrera antes... Minhas mãos começaram a ficar suadas, frias... Me deu uma súbita falta de ar...
Comecei a sacudi-lo. Uma, duas, três... muitas vezes!!!
O corpo dele ali inerte, largado em cima da cama... Parecia morto. A respiração estava tão baixa, que quase nem se ouvia... E eu ali, apavorada... As lágrimas vieram, nem sei de onde... E eu continuava chamando ele, sacudindo ele...Depois de uns cinco minutos nessa situação angustiante, ele abriu os olhos do nada, normalzinho... E ainda me perguntou o que aconteceu...
Eu simplesmente desabei... Chorando muito, não conseguia falar com ele o que havia ocorrido e ele ali perdido, sem saber o que havia ocorrido... aos poucos fui me acalmando e serenando...Minha respiração voltando ao normal e então expliquei prá ele o tinha ocorrido. Ele disse que não se lembrava de nada.
Disse que se via num campo aberto, conversando com um velho, e que esse velho falava com ele:
_ Sua hora tá chegando, "fio"!
Ao dizer isso pra mim, uma bola subiu na minha garganta... e fiquei sem fala... Chorei mais ainda...
E pensei comigo: "quem não ficaria assim?"
Depois a gente conversou muito... E ele me confessou que tem isso de vez em quando. Mas que ninguém na casa dele sabe disso. Que eu era a primeira pessoa que ele contava...
E que estava feliz porque eu me preocupava com ele... E quem não se preocuparia com uma situação dessas?
Então... quando a gente veio de volta para Viçosa, não preguei os olhos direito, preocupada com ele... A gente veio de mãos dadas, assim podia saber se estava bem ou mal...
O que ele teve me pareceu mais um tipo de ataque cataléptico: ele dura alguns minutos e as funções vitais ficam desaceleradas.
Meu namorado me disse que me ouvia chamá-lo mas não conseguia fazer nada.
Que susto gente! Não quero ter outra experiência apavorante dessa... Achei que meu amor havia morrido...

Foto: Google

08 julho 2009

GENÉRICOS: VALEM A PENA COMPRÁ-LOS?


Os genéricos surgiram por volta de 1960, por iniciativa do governo americano. Mas foi apenas em 1984, que os EUA definiram os critérios que seriam globalmente empregados no registro desses medicamentos. No Brasil, a Lei dos Genéricos (nº9787) data de 10 de Fevereiro de 1999.
Um remédio passa ter um genérico no mercado quando expira a patente desse remédio, chamado de referência ou de marca. Quando isso ocorre, a concorrência pode copiar sua fórmula e lançá-la no mercado. Como as patentes têm validade, as indústrias de genéricos começam a trabalhar nos lançamentos muito antes dos fins das patentes.
Essa participação no mercado brasileiro vem crescendo ao longo dos anos, hoje está na casa dos 18%. Em 2008 foram 14,55% ou 2 bilhões de doláres de um total de 14,669 bilhões. Os 82 fabricantes do país produzem mais de 2600 medicamentos, capazes de fazer frente a 90% das doenças conhecidas.
A vantagem de se adquirir um remédio genérico, faz bem ao bolso do consumidor. Porque um genérico faz o mesmo efeito que um remédio de marca.
Por lei, eles custam 35% a menos. Em 10 anos, os brasileiros economizaram 10,5 bilhões de reais ao adquirirem genéricos.
Eles são mais baratos porque seus custos de produção são bem mais inferiores que os medicamentos de referência. Esses por sua vez, podem consumir bilhões de dólares e levar anos e anos de pesquisas; por isso ficam caros quando chegam ao mercado e ao consumidor final. Nos genéricos ao contrário, as etapas de produção são bem mais simples, já que a fórmula do medicamento já é conhecida.
Mas há uma diferença entre medicamentos similares e medicamentos genéricos. Os similares, têm o mesmo princípio ativo do medicamento de referência, mas no registro dos similares não são exigidos tantos testes de bioequivaência que são requisitos de registros dos genéricos. Os testes de bioequivalência que são realizados obrigatoriamente nos genéricos, garantem que os efeitos no organismo, são exatamente iguais aos medicamentos correspondentes, assegurando dessa forma o efeito do genérico.
Até 2012, são esperados no mercado, o genérico do Viagra, usado no tratamento de disfunção erétil e o do Lipitor, medicamento contra o colesterol, que é o medicamento mais vendido do mundo. Também são esperados genéricos para asma e doenças respiratórias como rinite alérgica - sprays e aerossois nasais.


Fonte:www.veja.com.br/extras

Foto: Google

06 julho 2009

MEU ANJINHO DA SORTE - PARA MEUS AMIGOS


MEU ANJINHO DA SORTE

OFEREÇO ESTE ANJINHO DA SORTE PARA MEUS AMIGOS BLOGUEIROS QUE AQUI PASSAREM, MAS TEM REGRINHAS:

1 - POSTAREM O LINK DO VIDAS LINHA:
http://vidaslinha.blogspot.com

2 - OFERECER PARA 3 BLOGS AMIGOS;

3 - ESCREVER UM PEDIDO ESPECIAL PARA O ANJINHO E UM DESEJO MUITO ESPECIAL SEU!!!

EU ESTOU OFERECENDO A 6 BLOGS AMIGOS:

1 - UM POUCO DE MIM - Elaine Gasparetto

2 - MEUS PENSAMENTOS - Márcia

3 - PELOS CAMINHOS DA VIDA - Ana

4 - CADERNINHO DE FADA - Fada

5 - DELÍRIOS DAS BORBOLETAS - Maria

6 - ALÉM DE MIM - Dú Carmona


04 julho 2009

DEPRESSÃO - O QUE É E QUAIS SÃO OS SINTOMAS?


DEPRESSÃO: é uma desordem psiquiátrica muito mais frequente do que se imaginava. Estudos recentes mostram que de 10% a 25% das pessoas que procuram os clínicos gerais apresentam sintomas dessa enfermidade.

SINTOMAS:
* ESTADO DEPRIMIDO: sentir-se deprimido a maior parte do tempo;

* Sensação de inutilidade ou culpa excessiva;

* Dificuldade de concentração;

* Fadiga ou perda de energia;

* Distúrbios do sono: insônia ou hipersônia praticamente diárias;

* Perda ou ganho significativo de peso, na ausência de regime alimentar;

* Ideias recorrentes de morte ou suicídio;

FATORES DE RISCO PARA DEPRESSÃO:

- História familiar de depressão;

- Sexo feminino;

- Idade mais avançada;

- Episódios anteriores de depressão;

- Parto recente;

- Acontecimentos estressantes;

- Dependência de Droga.


Sabe amigos, hoje estou aqui para falar da Depressão. Esse mal tão antigo que atinge milhões de pessoas. Ela chega assim de mansinho, sorrateira, sem avisar ninguém e se apossa de você de uma tal maneira, que quando você descobre... já é tarde demais...
Tenho muitos parentes na minha família com esse mal. Tenho dois irmãos, um filho, a minha mãe, uma irmã... Até eu mesma sofro desse mal... E não é fácil para alguém, assumir que está com depressão... A minha eu consigo controlar... É leve, dá prá levar numa boa...
Agora nos outros casos da família, a coisa anda meia pesada... Minha mãe, desde que meu pai morreu, está em depressão profunda. Uns dias ela está normal, outras chora de dar dó... Junte-se a isso a um princípio de Mal de Alzheimer. Vive lá, presa, confinada em seu mundo... Conversa com pessoas que já morreram e que ela jura que estavam ali ao lado dela. Chama pelos mortos: meu pai, meus avós (seus pais).
Um de meus irmãos, além do quadro de depressão, foi diagnosticado esquizofrenia. Esse vive num só dele também... Vive uma vida além daquela que ele tem. Tem talvez uma vida de príncipe fictícia... Como se o dinheiro trouxesse a felicidade de alguém... O que traz no entanto, é dor e sofrimento. Corrupção do ser humano...
Minha irmã teve e tem altos e baixos em sua vida. Mas qualquer pessoa tem...
O que não pode é deixar se influênciar por essa energia ruim que toma conta de nosso corpo. Temos que lutar ferozmente contra ela. Se a vida nos faz infelizes, temos que tentar achar no meio desses percalços, algo que nos possa fazer felizes...
Uma vez li um livro muito interessante chamado: Pollyana - Heleanor H. Porter,
esse livro conta a história triste de uma garotinha que perdeu o pai, um pastor e foi viver com uma tia depressiva. Essa tia tinha aversão a sujeira, a simplicidade, tudo tinha que ser do jeito dela. Mas a partir do dia em que Pollyana vai viver com ela em sua casa; sua vida muda completamente... Da sua vida obscura, triste, sem sentido... Nada resta.
A sobrinha ensina a tia a jogar "O Jogo do Contente"... Esse jogo consiste, em encontrar em qualquer motivo triste, um meio de ficar contente!
Por exemplo: Se você quebrou a perna e não pode andar, tem que ficar de repouso em casa... Pense que se permanecer de repouso, sua cura virá logo e assim vai se curar depressa!
Há uma frase no livro que diz mais ou menos assim: "Se houvesse um remédio chamado Pollyana, eu o receitaria em pílulas para todos os meus doentes"
Pois bem, nunca me esqueci deste livro... Ele seria a salvação para muitos pacientes de depressão, pois o maior e mais poderoso sintoma dessa doença é uma tristeza sem fim que se apodera da gente!
Essas pessoas com depressão poderiam tentar jogar o jogo... "O Jogo do Contente"... E talvez encontrassem um meio de serem felizes de novo!!!
Simples assim!!!


Fonte: http://drauziovarella.ig.com.br/artigos/depressão.asp

Foto: Google


02 julho 2009

ECOLOGICAL DAY


Para não quebrar a corrente, hoje 02/07, estarei postando alguma notícia referente ao ECOLOGICAL DAY...



Este é uma pequena filhote - Sha-lei - de panda vermelho nascida em cativeiro, em um Zoo no Canadá - Vale de Edmonton.
É uma fêmea - quinta da Panda Lala.
Nasceu no último dia 13 e sobreviveu as duas primeiras semanas, que são críticas para os filhotes.

A espécie está tão ameaçada quanto ao panda gigante. Existem de 2000 a 5000 panda-vermelhos, principalmente na Índia, no sul do Nepal e no sul da China.

01 julho 2009

O POST QUE EU MAIS GOSTEI - 18/05 DIA DAS RAÇAS INDÍGENAS DA AMERICA


Hoje seria um dia para comemorar... Mas o que vemos não é isso... O que vemos é a total falta de respeito quanto aos primeiros habitantes da América. Limitamos seus espaços, antes tão vastos...Fizemos com que eles assimilassem a nossa cultura e tachamos a cultura deles, os costumes deles... de pagãos! O Deus deles no entanto, sempre foi o mesmo do nosso... só que com nome diferente... Tupã.

Os costumes, as culturas eram diferentes porque eram povos diferentes... Nós, os "homens brancos" que nos achávamos superiores a eles, queríamos mandar em tudo, porque afinal, havíamos "descoberto" uma nova terra, um novo continente... E tratamos com total falta de respeito os povos que já habitavam esta Terra Nova. Aqui eles enterraram seus mortos, ali criaram todos seus filhos até o "descobrimento". E não tivemos piedade em dizimá-los, em exterminá-los, como se fossem vermes.

Um dia tomamos consciência da nossa brutalidade... De nosso despudor... Depois de tanto sangue derramado... encharcando o "solo sagrado" deles, criamos o que chamamos de "Reservas Indígenas" e os confinamos a espaços exíguos... Achamos que assim, podíamos nos redimir perante a eles. Ledo engano! Esquecemos que com brutalidade, os "catequizamos" impondo a eles a "nossa cultura". Muitos perderam a sua Identidade... Seus costumes, a favor dos brancos!!!

Nesse dia em que comemoramos o Dia das Raças Indígenas da América, não temos muito o que comemorar... Talvez pedir perdão aos "índios" pelo mal que fizemos a eles... pedir perdão pela imposição da cultura... Estávamos errados... Não devíamos ter imposto nada a eles, mas aprendermos com eles, a dar valor à natureza... a dar valor às pessoas principalmente...
A música do Grupo Legião Urbana - ÍNDIOS - foi composta a alguns anos, mas como todas as músicas do grupo, continuam sempre atuais... E vai servir para ilustrar essa postagem de hoje!!!


Quem me dera, ao menos uma vez,
Ter de volta todo o ouro que entreguei
A quem conseguiu me convencer
Que era prova de amizade
Se alguém levasse embora até o que eu não tinha.

Quem me dera, ao menos uma vez,
Esquecer que acreditei que era por brincadeira
Que se cortava sempre um pano-de-chão
De linho nobre e pura seda.

Quem me dera, ao menos uma vez,
Explicar o que ninguém consegue entender:
Que o que aconteceu ainda está por vir
E o futuro não é mais como era antigamente.

Quem me dera, ao menos uma vez,
Provar que quem tem mais do que precisa ter
Quase sempre se convence que não tem o bastante
E fala demais por não ter nada a dizer

Quem me dera, ao menos uma vez,
Que o mais simples fosse visto como o mais importante
Mas nos deram espelhos
E vimos um mundo doente.

Quem me dera, ao menos uma vez,
Entender como um só Deus ao mesmo tempo é três
E esse mesmo Deus foi morto por vocês -
É só maldade então, deixar um Deus tão triste.

Eu quis o perigo e até sangrei sozinho.
Entenda - assim pude trazer você de volta pra mim,
Quando descobri que é sempre só você
Que me entende do inicio ao fim
E é só você que tem a cura pro meu vício
De insistir nessa saudade que eu sinto
De tudo que eu ainda não vi.

Quem me dera, ao menos uma vez,
Acreditar por um instante em tudo que existe
E acreditar que o mundo é perfeito
E que todas as pessoas são felizes.

Quem me dera, ao menos uma vez,
Fazer com que o mundo saiba que seu nome
Está em tudo e mesmo assim
Ninguém lhe diz ao menos obrigado.

Quem me dera, ao menos uma vez,
Como a mais bela tribo, dos mais belos índios,
Não ser atacado por ser inocente.

Eu quis o perigo e até sangrei sozinho.
Entenda - assim pude trazer você de volta pra mim,
Quando descobri que é sempre só você
Que me entende do início ao fim
E é só você que tem a cura pro meu vício
De insistir nessa saudade que eu sinto
De tudo que eu ainda não vi.

Nos deram espelhos e vimos um mundo doente
Tentei chorar e não consegui.


Fonte: www.vagalume.uol.com.br

Foto: Google


Republicação do post acima, para o Blog "Um pouco de mim" da Elaine Gasparetto. "O Post que mais gostei".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...