14 julho 2009

O SUSTO DO FIM DE SEMANA!!!


Fui passear este fim de semana com meu namorado... Fomos para a casa da minha irmã: Bom Jesus do Itabapoana, uma cidadezinha no interior do Rio. Ficamos num hotel perto da praça central da cidade.
Hotelzinho bom, aconchegante... Café da manhã de primeira!
Chegamos na sexta à tarde. E o susto ocorreu no domingo de tarde. Antes da gente ir embora. Estávamos nos preparando para recolher nossas coisas quando ele resolveu deitar para descansar um pouco pois havia dormido mal a noite. Ele, dormindo tem a respiração pesada,alta. Nesse dia ocorreu diferente: a respiração estava lenta, baixinha, quase não se ouvia... Comecei a ficar preocupada com aquilo... Nunca ocorrera antes... Minhas mãos começaram a ficar suadas, frias... Me deu uma súbita falta de ar...
Comecei a sacudi-lo. Uma, duas, três... muitas vezes!!!
O corpo dele ali inerte, largado em cima da cama... Parecia morto. A respiração estava tão baixa, que quase nem se ouvia... E eu ali, apavorada... As lágrimas vieram, nem sei de onde... E eu continuava chamando ele, sacudindo ele...Depois de uns cinco minutos nessa situação angustiante, ele abriu os olhos do nada, normalzinho... E ainda me perguntou o que aconteceu...
Eu simplesmente desabei... Chorando muito, não conseguia falar com ele o que havia ocorrido e ele ali perdido, sem saber o que havia ocorrido... aos poucos fui me acalmando e serenando...Minha respiração voltando ao normal e então expliquei prá ele o tinha ocorrido. Ele disse que não se lembrava de nada.
Disse que se via num campo aberto, conversando com um velho, e que esse velho falava com ele:
_ Sua hora tá chegando, "fio"!
Ao dizer isso pra mim, uma bola subiu na minha garganta... e fiquei sem fala... Chorei mais ainda...
E pensei comigo: "quem não ficaria assim?"
Depois a gente conversou muito... E ele me confessou que tem isso de vez em quando. Mas que ninguém na casa dele sabe disso. Que eu era a primeira pessoa que ele contava...
E que estava feliz porque eu me preocupava com ele... E quem não se preocuparia com uma situação dessas?
Então... quando a gente veio de volta para Viçosa, não preguei os olhos direito, preocupada com ele... A gente veio de mãos dadas, assim podia saber se estava bem ou mal...
O que ele teve me pareceu mais um tipo de ataque cataléptico: ele dura alguns minutos e as funções vitais ficam desaceleradas.
Meu namorado me disse que me ouvia chamá-lo mas não conseguia fazer nada.
Que susto gente! Não quero ter outra experiência apavorante dessa... Achei que meu amor havia morrido...

Foto: Google

3 comentários:

Christi... disse...

Noooossa que desespero que deve ter te dado. Não foi á toa que ficou assim, e que na verdade ainda está, pelo que ele contou que ouviu..
Tem umas situações cheias de significado ou não, e se ele nunca contou pra ninguém, pode ser que ele leve isso numa boa, escondendo até de médicos, então, se vc foi a pessoa que ele sentiu seguro a contar, ainda mais pq viu o seu nervosismo e preocupação, avalie a situação com um médico.
Oportunidades Deus coloca em nossas mãos diversas vezes, vc é uma porta pra isso ser tocado, não ignore ás vezes um susto e não se preocupe a ponto de desesperar.

Beijos querida.
Melhoras pra ele, mas não deixa de ser algo a se pensar..uma avaliação não faria mal..

Chris

Sandra disse...

Que susto amiga.
Ainda bem que tudo acabou bem e felizes para sempre.
É essas coisas acontecem, quando agente menos espera.
Desejo muitas melhoras ao seu amor e vc. principalmnete.
Com todo o meu carinho.
Sandra

Elma Carneiro disse...

Certamente que seu susto foi grande. Agora você já está sabendo mais sobre o seu amado.
A for caliandra anda espalhada por toda região onde existe cerrado, e tem várias cores.
Em algumas ruas de minha cidade ela é usada para urbanização urbana nos canteiros centrais de ruas com mão dupla, mas dessa espécie: a rosa.
Beijos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...