05 março 2009

Hoje eu estou...


Muito feliz... A minha inspiração para criar poesia voltou a tona, depois de um longo tempo de hibernação... Hoje sentada em frente a Tv, vendo o filme O LABIRINTO DO FAUNO, a inspiração chegou, vinda de não sei onde... 
E foi formando, tomando corpo... Até aparecer completa na folha de papel do caderno!!!
Depois dessa, criei outra... Vou transcrevê-las abaixo... Em cores diferentes, como um lindo arco-íris... Cores da minha inspiração...

O SONHO BRANCO DA LUA

Vejo a luz branca da lua
filtrando através da janela do meu quarto...
Vejo seu rosto emoldurado pela luz da lua...
Minhas mãos tocam o frio vidro da janela e
sinto um arrepio na espinha.
Seu rosto é a lua! Seus lábios brancos pousam
sobre os meus e sinto o gosto da sua boca 
na minha!!!
Os raios à sua volta rodeiam nós dois e nos acariciam...
Uma sombra desvanece o sonho e me vejo
beijando o vidro da janela...
Você é a Lua e eu sou o Sol,
um sonho impossível!!!

05/03/2009


AMBIGUIDADE

Saudade uma palavra triste no
vocabulário humano.
Representa as memórias angustiantes
presas no subconsciente...
Memórias que precisam ser esquecidas...
Escondidas bem lá no fundo...
Memórias dolorosas...
Saudade uma palavra alegre quando 
queremos que as memórias permaneçam
presas a nós...
Saudade... uma dualidade constante...
O Ser Humano um ser duo... Ambíguo...
O Amor um sentimento único.

05/03/2009

As poesias acima são de minha autoria.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...