16 março 2009

PROFESSORA ACUSADA DE AGREDIR ALUNO


Me causou profundo pesar, talvez até estarrecimento nesse fim de semana, ler a notícia no portal da Globo.com de que uma professora de 26 anos agredira uma criança de 5 anos ao prensar a cabeça dela contra a mesa da escola e incentivá-la a fazer bagunça em sala de aula para fotografá-la.
Em que mundo estamos vivendo! A escola, uma instituição de ensino criada para educar nossos filhos, passa ser também um local de violência contra eles! Essa "professora" que cometeu um ato tão bárbaro contra um ser inocente, é uma pessoa totalmente despreparada para lidar com crianças dessa faixa de idade. Também não possui didática alguma pois uma professora de sua idade pode facilmente dominar uma sala de aula e criar ali um ambiente de paz e sem violência. Do ponto de vista educacional, isso é um fato inconcebível! Escola, é lugar de educação e não de deseducação! 
Falo com conhecimento de causa, já que sou professora também e sei que uma criança de 5 anos, por mais "arteira" que ela seja, é incapaz de agredir uma professora. Eu, não teria a capacidade de fazer mal a qualquer aluno que seja.
Por mais abusos que eu sofra por parte dele porque são totalmente incapazes de ferir alguém.
Para "ser professor" é preciso ter amor a profissão, gostar do que faz, ter o dom de ensinar. Ser Professor unicamente pelo dinheiro não faz sentido porque a classe está muito desmoralizada atualmente, os baixos salários não condizem com o valor que nós representamos perante a sociedade. 
Hoje em dia, precisamos nos dar conta de que, não é através da violência que vamos mudar o futuro de nossos jovens, mas com sabedoria e justiça!
Essa professora, que agrediu a criança, não saber o que é a palavra "professora". Provavelmente, fez um concurso qualquer e passou ou conseguiu um contrato temporário, apenas pelo salário em si. Não pelo dom de ensinar. 
Aprender a "Ser Professor" é aprender também a respeitar o direito de cada aluno em sala de aula, é aprender o exercício de paciência, é aprender que dentro da sala de aula, cada aluno é único independente da cor de sua pele, do seu credo ou religião. Quando entramos dentro da sala de aula, deixamos para trás todos os preconceitos. Estamos ali para ensinar e também para aprender. 
A Educação requer amor e dedicação! Responsabilidade e humildade! Respeito e dignidade!  

2 comentários:

Maria disse...

DESENLACE

Toda solene noite possui um grande homem/
de traços marcantes/
hemisfério de incertezas/
num desenlace histórico e decisivo(...)
existência quadrada/
imprevisivel/
fechado.
Portaria do inverso/
interação dificultosa/
indiferente/
fantasiosa.
Cai sobre pedras e ervas daninhas/
Lamparinas baratas que iluminam minha história/
num ar seco de verão prematuro/
quadrada existência.
Fusão de si mesmo/
permanencia de incertezas/
polaridades.

Maria de Fátima Borges magalhães

Mylla Galvão disse...

Maria, gostei da poesia, mas não entendi o que tem a ver com o texto a qual foi publicada...
Mas mesmo assim valeu!!!
Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...