02 março 2009

SAUDADES DO MEU PAI!!!

Meu pai... quantas saudades estou sentindo do senhor... Quanta falta o senhor me faz!!!
Se eu pudesse voltar no tempo... Voltaria exatamente no dia mais feliz da minha vida... O dia em que o senhor me ensinou a andar de bicicleta... Naquele dia, estava um dia bonito de sol... Muito calor, o céu azul... O senhor me falou que naquele dia, ia me ensinar a andar naquela bicicleta verde-musgo... Eu tinha tanto medo daquela bicicleta, meu pai... Medo que ela caísse em cima de mim!!!
Mas o senhor me encorajou a olhá-la com meus pequenos olhos de adolescente...O senhor me levou na garupeira da bicicleta para o Centreinar, na UFV... Não sei precisar se era sábado ou domingo... Estávamos apenas nós, naquele lugar, naquela rua... em volta tudo estava deserto...
Pai, o senhor me pediu que eu montasse na bicicleta, que passasse a me sentar no lugar em o senhor estava sentado... Falei que estava com medo...Mas mais uma vez o senhor falou prá eu não ter medo, porque ia me segurar no banco e correr ao meu lado...
Eu fui sim, meu pai, morrendo de medo de cair, de me estabacar no chão... Eu fui, montei na bicicleta, e o senhor ali ao meu lado... Comecei a pedalar... Atingi a velocidade baixa e o senhor ali ao meu lado prá me dar confiança, segurando o banco da bicicleta... Aumentei a velocidade gradativamente... De repente, vi que o senhor havia sumido de perto de mim... Senti uma pontada de medo, mas continuei a andar sem me importar com isso...
Com a segunda volta, eu me dei conta que o seu sumiço era proposital... o senhor havia soltado a mão do banco, e eu, na minha euforia, nem percebi...Eu tinha adquirido tanta confiança de que o senhor estava ali do meu lado, que nem percebi que tinha aprendido a me equilibrar na bicicleta sozinha, sem a sua ajuda!!!
Obrigado Meu Pai!!!Por ter me inspirado tanta confiança, ter acabado com meu medo e me ajudado a vencer mais aquela etapa da minha vida!!!
Que saudades meu pai... por não estar ao meu lado nas horas mais importantes da minha vida... o senhor não viu meu filho nascer, mas coloquei seu nome nele!!! O senhor não me viu formar numa faculdade... Mas pensei no senhor sempre!!!
O senhor sempre está em meu pensamento...
Se o senhor meu pai estivesse vivo, hoje estaria completando 82 anos de idade...
Numa sexta-feira 13... Dia em que o senhor uma vez me contou, que havia nascido...
Que saudades meu pai... Que saudades...
PEDRO DE ALMEIDA RAMOS
*13/02/1927

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...