17 março 2009

SOU POETA


Sou poeta porque é pela poesia
que posso lamentar a eterna solidão
que tenho no peito, por vontade própria,
por temer perder a minha liberdade,
perder meu conceito de vida,
e poder me expressar através de algo
que faz fluir em meu peito
a sede de palavras na qual me afogo todos os dias...
Para sair dali...
Saciada momentaneamente e ter 
o prazer de me afogar no dia seguinte!!!

17/03/2009




ANGÚSTIA


Me oprime o peito...
Uma angústia doida como
Se houvesse um amigo em perigo
querendo me falar alguma coisa...
Um aviso, um sinal, uma palavra...
E uma angústia a me atormentar
o momento são da minha vida...
Solidão corroendo o peito,
querendo se soltar ao sabor do vento!
A porta do coração está aberta,
Minha mente procurando alívio
para a angustiosa passagem...
Um aviso, um sinal, uma palavra
qualquer coisa que me faça ficar
livre dessa angústia doida
que me oprime o coração!
Esse amigo podia se aclarar, falar, sorrir ou chorar...
Enfim dizer... Porque está dessa forma
oprimindo meu peito são...

17/03/2009


TEMPO

Tempo triste... triste tempo
vê-se nuvens negras passando pela janela,
vê-se o amor esvaindo por entre os dedos
da ampulheta virada para baixo 
que deixa, a areia cair lentamente, grão a grão...
Marcando o tempo... tempo do Amor
Solitário a procura do Outro Amor...

Tempo triste... triste tempo
As negras nuvens encontram 
as pegadas do Outro Amor,
leves, matreiras, suaves...
pegadas ligeiras, que fogem...

Tempo triste... triste tempo
Solitário Amor procura o Outro Amor que foge...
Não dele, mas da vida a dois
Procura a solidão do tempo...
Pois seu tempo é a Solidão!

17/03/2009

Um comentário:

Sandra disse...

MYlla! visitei seu blog. Muito legal.
Ainda não sei fazer muita coisa legal no blog, como esxses que v isito. Mas estou aprendendo. Por isso sou curiosa aprendendo.
Um beijo carinhoso para você.
Sandra.

Se puder me visitar e dizer o que acha do meu blog, embora simples, estou tentando.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...