11 abril 2009

DROGAS: o CRACK antes no fim da fila, torna-se a porta de entrada do vício.



Ontem (09/04), eu estava lendo uma reportagem na "Revista da Semana" sobre o efeito devastador do crack no cérebro dos adolescentes e fiquei estarrecida em ver que essa droga tão poderosa, antes no fim da linha para os usuários de drogas, está se tornando a porta de entrada, ou seja, os adolescentes já começam a usar o crack como primeira droga a ser consumida; e não mais a maconha, o haxixe!
Em um determinado parágrafo da reportagem diz assim: " No domingo dia 29, a carioca Karla Reis, de 25 anos, foi assassinada na frente de seus pais durante um assalto no Rio de Janeiro (...) Segundo a polícia, o assassino de Karla , o morador de rua Augusto de Souza, estava sob efeito da droga no momento do disparo".
O crack é uma droga cinco vezes mais potente que a cocaína, e deixa o sujeito paranóico, fazendo com que qualquer movimento por parte da vítima seja interpretado por ele como sendo uma reação.
É cada vez maior o número de adolescentes de 13 anos, usarem o "petilho" - pedras de crack trituradas e misturadas ao tabaco comum. São mais simples de usar e o impacto no cerébro é imediato e destrutivo.
Em São Paulo, segundo o site da globo.com, a "cracolândia" apenas mudou de lugar. Saiu da região da Luz e foi para 800 m mais adiante. E não mudou nada, os traficantes apenas mudaram de endereço. A polícia observa tudo de longe fortemente armada, mas ninguém é abordado ou preso. Tudo continua impune.
Até quando vamos ver isso? O Capitão da polícia Carlos José de Brito, disse que o procedimento está correto, mas que o problema do crack é também de saúde pública: " a maioria dos usuários que estão lá, precisam de atendimento médico".

O crack deriva da planta da coca, é resultante da mistura da cocaína, bicarbonato de sódioou amônia ou água destilada, resultando em grãos que são fumados em cachimbos. Seu surgimento ocorreu na década de 80 e o que possibilitou seu fumo foi a base de coca batizada como livre. Seu consumo é maior, pois é mais barato e seu efeito dura menos. Causa dependência física porque é um estimulante. Sua morte é terrível, pois ataca o sistema nervoso central e o sistema cardíaco.
O que ocorre no sistema nervoso central:
* Aumento dos batimentos cardiácos;
* Aumento da pressão arterial;
* Dilatação das pupilas;
* Suor intenso, tremores;
* Excitação;
* Maior aptidão física e mental.
Os efeitos psicológicos são:
* euforia;
* sensação de poder;
* aumento de auto-estima.
A dependência ocorre em pouco tempo no organismo. Se inalado junto com o álcool, o crack aumenta o ritmo cardiáco e a pressão arterial e os resultados podem ser letais.

Fonte: www.revistadasemana.com.br
http://brasilescola.com/drogas


Fotos: Google




Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...