08 abril 2010

NO BANCO DA PRAÇA - PARTE II


Margareth-Sandrinha acordou cedo naquela manhã. Arrumou-se como Sandrinha - para chamar atenção - e foi sentar-se no banco da praça. nas mãos trazia um pacote grande, embrulhado em papel pardo, e na outra uma bolsinha pequena, quase minúscula. Logo um senhor se aproximou dela:
_ Oi mocinha! Tão cedo na rua? Está sozinha ou esperando alguém?
_ Estou sozinha vovô? O que você quer comigo?
_ Perguntei se você está sozinha! Não sou vovô! Tenho idade para ser seu pai!
_ Para mim o senhor se parece com meu avô! Quer alguma coisa com este filézinho aqui? Sou muito cara para você!
_ Hummm! Estou começando a me interessar... Porque se diz cara para mim? Não sabe o quanto eu posso pagar! Estou intrigado com esse pacote que tem nas mãos. O que tem dentro dele? Drogas?
_ Que é isso vovôzinho? Está muito interessado no meu pacote! Já te disse: sou muito cara para você! Me deixe em paz!
Dizendo isso, levantou-se do banco e saiu da praça porque aquele homem parecia desconfiado de seu "brinquedinho". Achou melhor voltar outra hora!
Quando passou pelo beco, por precaução olhou para trás e verificou se estava sendo seguida. Depois entrou no beco e foi para o lado da escada escura e mal-cheirosa. De seu vão retirou o seu "tesouro" e o guardou na bolsa. Precisaria daquela grana para fugir da cidade.
João Rato chegou ao seu quartinho logo depois dela:
_ Sandrinha! Abra a porta! Sou eu João Rato! Vim buscar o dinheiro do chefe!
_ ...
_ Sandrinha! Sei que está aí... Vi você chegar com o pacote!
Sem poder se esconder mais, Sandrinha abriu a porta. João Rato escancarou a porta e entrou, batendo-a atrás de si. O pacote estava em cima da mesa da cozinha minúscula.
_ Abra o pacote! Trouxe a encomenda do chefe?
_ Porque você mesmo não o abre? Não está vendo que estou ocupada aqui?
_ Não! Quero que você abra o pacote! Vai que tem alguma armadilha aí? Não sou otário Sandrinha! Não caio em suas falcatruas!
_ Mas já caiu né Ratão? Era caidinho pelo filézinho aqui. Depois resolver lamber as "bolas" do chefe e perdi o bofinho! Uma pena!
"PÁAAA" - Um tapa soou na cara de Sandrinha e um fio de sangue escorreu pela boca!
_ Cala a boca piranha! E abre logo esse pacote que estou mandando! Aqui eu mando e você obedece!
_ Cachorro! Não vou abrir coisa nenhuma! Se quiser abra você mesmo! Não sou sua escrava!
_ ABRA O PACOTE SANDRINHA!!!
Ratão fez menção de ir em sua direção e Sandrinha sendo mais rápida que ele, esquivou-se dele e abriu a porta para escapulir dele, não sem antes apertar a minúscula bolsa contra seu coração e fugir porta afora!
Não foi muito longe... Morreu ali mesmo com três tiros pelas costas...

E o pacote? Ratão voltou ao quartinho e rasgou o pacote com violência: dentro dele havia apenas papel picado! Mas ele levou de Sandrinha seu precioso "tesouro"...
FIM

Um comentário:

Andreia disse...

Mylla minha linda,
tem um lindo selinho para ti lá no blog, espero que goste!
Doce beijo na alma...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...