27 setembro 2011

DECLARO...


Pedro,

Filho amado, hoje sei o quanto és importante para mim e para a minha vida...
Levei muito tempo para perceber isso, mas me arrependo de ter ido embora para longe quando mais precisavas de mim. Não vi você crescer e perdi bons momentos de sua vida...
Eu era uma pessoa sem juízo e hoje sei que deveria ter ficado com você e sua avó. Deveria ter assumido minhas responsabilidades. Talvez eu fosse mais corajosa. Se tivesse enfrentado meus problemas de frente.
Mas, não... Corri vergonhosamente deles. Naquela época eu não tive coragem suficiente para enfrentá-los.
Você meu filho, não me chama de Mãe. Não o culpo por isso. Não fui uma boa mãe para você, acho que nem nunca fui aquela mãe que você tanto sonhava...
A sua mãe sempre foi a minha mãe... Eu sempre soube disso, mas o ciúmes sempre me cegou... E o impedi de chamá-la de Mãe também...
A mágoa ficou em teu peito, você sempre a guardou para si.
A maioria de seus abraços são desprovidos de amor... Amor filial. Não o culpo. Você nunca soube o que é isso, porque nunca o ensinei...
Hoje, meu filho, eu vejo a realidade... Eu tenho um filho... Me orgulho desse filho... 
Mas eu sei que no fundo, no fundo, apesar de saber que sou sua mãe; você tem por mim apenas um carinho muito grande... Apenas carinho e não amor...
Amor... Esse AMOR... Você sempre terá pela tua avó. Aquela santa mulher que te criou quando eu fui "cuidar da minha vida" e esqueci de você...
Apesar de tudo isso, filho... Continuo a te amar em silêncio e aceitando tudo o que vivemos juntos. Guardo cada carinho seu, cada gesto seu...
Porque... Eu te amo filho e te perdoo, me perdoo... pelos meus erros e pelos seus... Na verdade... O maior erro é MEU...

TE AMO PEDRO...

Este texto faz parte da Blogagem Coletiva do Blog Um pouco de mim, da Elaine Gaspareto.

54 comentários:

She disse...

Olá, olá! Prazer, vim te conhecer, pois estamos juntas na Coletiva da Elaine... Eu amei a sua participação tão cheia de emoção e sinceridade! ;) Fique bem! Beijo, beijo!
She

Minéia Pacheco disse...

Olá,

Tenho certeza de que quando seu filho ler essa bela declaração de amor ele irá sentir que dentro de você HÁ AMOR por ele, muito amor... Bela declaração!

Estamos juntas na blogagem coletiva da Elaine, linda e emocionante sua participação!

Beijinhos...

eu, Lila Cassini disse...

Seu texto foi bem tocante e verdadeiro. Quero dizer a vc que: Pedro te ama! Não pense diferente. Faça a sua parte e saberá que ele te ama. Bjs.

Turquezza disse...

A vida apronta muitas e leva a gente junto. Não se arrependa do que fez, você deve ter tido algum motivo. O importante é o hoje! E seu filho ama você sim, só não sabe demonstrar.
Beijos.

Fernanda Reali disse...

Depoimento doloroso, mas sereno, cheio de boa vontade para iniciar um novo capítulo. Tomara que Pedro leia e aproveite bem a nova etapa.

bjs

www.fernandareali.com

Renata Guidinha disse...

Amar não tem tempo, não tem hora... Tenha certeza que lendo essa sua declaração e confissão de culpa é impossível que não aconteça entre vocês o início de uma nova história de amor entre mãe e filho.
Fique com Deus!
Renata http://cercaviva.blogspot.com/

Nina disse...

Certas coisas acontecem na vida da gente, realmente, por alugma razao que desconhecemos, sabe Mlylla? E sei o qt é dolorido a gente ter que encarar o que fizemos num passado remoto, mas acredito tbm que nunca é tarde pra pedir perdao, acho que um dos piores sentimentos na vida da gente que nos impede de dar passos em direcao ao amor, é o orgulho. Nao se deixe contaminar por ele. Seu Pedro ama vc, o carinho grande que vc menciona, é amor. Nao se preocupe com isso.

Um bj e sorte!

Tatiana Moreira disse...

Oi Mylla!
Que bom estar aqui e poder ler uma declaração tão bela!
O amor está colorindo a Blogosfera...Isso é maravilhoso!
Parabéns por sua participação e por deixar o amor aflorar sempre em sua vida!
Um beijo carinhoso

Rosa Branca disse...

Passando por aqui pela participação na blogagem coletiva, amei seu post, muita emoção e sentimento. Visite meu blog www.agape-amorverdadeiro.blogspot.com

Telma Maciel disse...

Emocionante seu post, Mylla. Sabe... a gente erra, sim. Quem não erra? Mas o importante no erro é saber se admitir, pedir perdão. No fim tudo fica bem!
Beijo!

LILIANE disse...

oi Mylla
é engraçado
às vezes buscamos o amor fugindo dele.
ficamos com medo, inseguros, não é?
certamente vc era jovem e precisava de ter uma série de experiências pra conseguir acolher a maternidade com mais amor.
Não se culpe.
Por nada.
O importante é o dia de hoje
o que você tem no coração
e hoje você tem amor.
e o Pedro recebeu amor através da sua mãe
e vocês podem escrever esta historia com a experiência que cada um ganhou Mylla;
se cuide.
Um abraço
linda a sua participação.

Georgia disse...

My, imagino o quanto este teu texto foi difícil de escrevê-lo.
Um desabafo? Talvez. Vejo mais como uma confissao, um arrependimento e acima de tudo um amadurecimento enorme que só se aprende vivendo. Todos nós temos os nossos erros e todos nós quando aprendemos temos direito a uma segunda chance.

Se teu filho nao leu o texto, deixe-o ler e mais que palavras escritas, serao tuas atitudes mudadas.

Um grde abraco

Elaine Lobato disse...

Oi , também participo da Blogagem coletiva, e entendo muito bem seu texto também fui criada pela minha avó e nunca compreendi a rejeição de meus pais! mas acredito que amadurecemos muito na adversidade!
Infelizmente muitas pessoas não tem maturidade para entender isso!
Que bom que reconheces! E tem muito amor pelo seu filho!

bjs

Adriana Balreira disse...

Emocionante e sincero o seu depoimento para o Pedro. Ele te ama e tem esse amor por vc dentro dele sim. Amei seu post.
Beijos com amor
Adriana

Orvalho do Céu disse...

Minha flor
A gente sempre erra na criação dos nossos queridos... mesmo que acertemos bastante também...
HÁ AMOR EM MI...HÁ AMOR EM TI... HÁ AMOR EM NÓS....
Bjm de paz

Alessandra disse...

Mensagens quae vem do coração sempre tocam!Espero que toque o coração do personagem principal!!Um ótimo dia e já aproveito para te seguir!
Bjo
http://eutenhopressaemuitacoisameinteressa.blogspot.com/

Ana Paula Santiago (inventandocasa.blogspot.com) disse...

Mylla,

O paaso mais importante para uma conquista, reconquista deste amor é este mesmo, o reconhecimento, o perdão, a humildade.
Você já o deu e espero que colha bons frutos.

Um beijo
Tb tô no mosaico/festa da Elaine.

✿ chica disse...

Que linda tua participação,Milla! Lindo amor declarado ao Pedro! beijos,chica

Irene Moreira disse...

Olá Mylla
Linda a sua declaração de amor e para esse sentimento não há culpados, pois ele mais forte que tudo isso que vc passou.
Não se culpe pois Pedro te ama a maneira dele, mas te ama.
Sublime participação minha amiga linda.
Parabéns a Elaine por promover uma Blogagem Coletiva que semeia o amor em toda essa Blogosfera.
Parabéns a você por tocar meu coração com um sentimento tão abençoado.

Beijos no seu coração

Andreia Lica disse...

Ao reconhecer seu erro, você demonstrou o quanto amadureceu. Nunca é tarde para dar um passo a frente. Acredite que é possível e dê o seu o melhor.

Bjos

ValLindinha disse...

Amor de mãe.... é o que ha de maior!

Marcia disse...

Oi Mylla, vim te conhecer por causa da blogagem coletiva e me emocionei muito com seu post, mas tenha certeza que seu amor de mãe vai sim conseguir conquistar seu filho, estou torcendo pra isso !!!
Beijos no coração
Marcia

claudete disse...

Querida Mylla emocionante o seu texto... Seu filho nunca deixará de sê-lo, ao ler como abres aqui o teu coração de mãe ele compreenderá , aliás creio que já entendeu.Amar em silêncio também é um canal direto ao coração de um filho, parabéns pela sua coragem.
Abraços, torço por vocês.

Maria Helena disse...

Olá Mylla ! Como diz Chico Xavier "... podemos fazer um novo fim ". Linda a sua coragem. Fica em paz. Bjis

Vanessa disse...

Mylla, obrigada por abrir seu coração e contar sua história para nós. Que linda e verdadeira declaração . Aliás, conhecendo vc como conheço pelo blog já deu para saber que vc é uma pessoa muito verdadeira. Lindo texto .

Abraço forte.

Pedro disse...

Eu tambem te perdoo e sempre vou estar a seu lado...
Te amo mãe!

Joana disse...

Olá, Mylla
Também estou participando da blogagem coletiva e vim ler a sua participação.
Às vezes, querida, nossos erros é que nos levam aos acertos. Não acredito que nada esteja perdido, quando há amor de verdade, que é o seu caso. Lembre-se: o Senhor tudo perdoa e tudo sabe.
Mil beijos, com carinho

Elaine Gaspareto disse...

Mylla,
Você tem um outro filho? Eu não sabia...
Mas sabe? Nunca é tarde pra dizer eu te amo e você é importante pra mim. Diga a ele. Fará bem a ambos, eu creio.

Beijoss, e obrigada

Bel Rech disse...

Fiquei emocionada por essa declaração de amor e ao mesmo tempo de pedido sofrido de perdão..Agora ´o momento de dar todo esse amor que existe em vc...
Paz e bem

Dilti Xavier Lopes disse...

Mylla
Fiquei emocionada com a declaração de amor que você fez ao Pedro.
Parabéns pela coragem e pela humildade em pedir perdão.
Na sua carta dá pra sentir o quanto você está arrependida.
O Pedro também te ama e declarou isto aqui, em público, na resposta do seu post.
Tenho certeza que isto irá fortalecer este amor lindo que há entre vocês.
Sejam muito felizes meus queridos.
Beijo grande,
Dilti

Esplendor da Criação disse...

Olá.
As vezes tomamos decisões que podem vir a nos ferir, machucar, mas no momento, era a melhor e a única que podíamos ou sabíamos fazer. Todos nós um certo dia erramos em alguma coisa, o importante é vencer, e você com esta declaração é uma vencedora. Sem dúvida há amor em você! Bjs.

Carla Patrícia disse...

Oi Mylla!
Vim te conhecer! Também participei da blogagem da Elaine. Vim e me deparei com a história mais corajosa que li...que tem uma carga de sentimento tão grande que emociona. Te admirei por tuas palavras verdadeiras e pelo amor transbordante que brota em cada linha...

Beijos, Carla. :)
http://pathyarteira.blogspot.com

M. Nilza disse...

Belíssima homenagem e declaração!

Beijos e parabéns pelos blogues!!

Lufe disse...

Mylla,

Depoimento corajoso, sincero e com muito amor.

Mais que o seu texto, me emocionou o comentario do Pedro.

Uma nova vida cheia de muito amor para voces.

bjos procê.

Lucinha disse...

Mylla,

Nunca é tarde pra dizer "eu te amo". Você aproveitou esse lindo tema, e declarou o seu amor pelo filho.
Lindo demais! Beijos

Helena Silva disse...

Mylla,
Admiro sua coragem de se abrir a admitir seus erros, o importante é que se perdoo e também perdoou os demais. Fiquei emocionada com seu relato.
Beijos
http://atelipatchcomamorbylena.blogspot.com/2011/09/ha-amor-em-mim.html

Lúcia Soares disse...

Mylla, conheço essa história, com outros personagens e devem existir muitas mais pelo mundo afora.
Minha irmã deixou a filha aos cuidados de nossa mãe, depois se casou e não a levou, teve mais 3 filhos e hoje tem que conviver com a própria filha aceitando-a apenas como irmã.
Mas elas se amam, se entendem, e acho que su Pedro também a ama. Deixe-o ler, converse mais uma vez com ele e tudo se esclarecerá.
Lindo seu post e o amor sempre vence, acredite!

Arte Chique Artesanatos disse...

Olá querida..lindo post..e o melhor cheio de sinceridade..tenho certeza que na sua mocidade achava que tava fazendo o melhor pra vcs,quando se é jovem não medimos as consequências dos nossos atos, mas certamente o Pedro te ama...com o tempo tudo vai pra seu lugar...mil beijos

Paty Chuchu disse...

Ola ...nossa que declaracoa linda e tao ceia de sinceridade..Gostei muito de vir aqui e conhecer seu blog..Amor de mae e filho .nao existe nada mais forte!!beijocas

silviarita disse...

Oi Mylla,
Menina, corajosa você.
Também participo da Coletiva e estou emocionada com seu depoimento. Mais ainda, com o depoimento do Pedro. Antes de mais nada, você é vencedora, amiga. Deus nos dá muita oportunidade para repararmos as atitudes erradas. Aproveite todas. Ame muito seu filho. Ele te ama e nós também.
Abraço fraterno, querida.
Silvia Rita

Mylla Galvão disse...

Oi pessoal que comentaram aí em cima...
Eu tb me emocionei mto com o depoimento espontâneo do meu filho...
Aliás depois de tanto tempo longe do coração dele, para mim é importante demais esse depoimento!
Obrigado pelas calorosas visitas...

bjos

Elaine Cunha disse...

Mylla,

seu texto me emocionou e confesso, estou aqui chorando...

Não tenho ideia de como foi este processo seu para escrever. Mas senti uma emoção a cada frase, a cada linha, a cada paragráfo.

Vi o comentário do seu filho também.

Nada irá fazer o tempo voltar. Nada! Mas agora é com vocês fazerem um novo futuro! O caminho já tem flores! Percebeu?

Fica bem! Fica em paz!
Beijos,
Elaine Cunha
www.caminhandocontando.com

Iara disse...

De uma maneira ou de outra, afastados ou não, os corações de uma mãe e um filho estão ligados para sempre.
E sabes que ali que mora o amor, então um dia ele se concretizará no amor que sonhas receber.
Sorte pra você

Lauisa Sousa disse...

Parabéns pela coragem e emoção nesse post...linda sua declaração de amor..estou emocionada!!
beijos
http://lauisakartes.blogspot.com

*~* Coisas da Bruxinha *~* disse...

Espero que Pedro possa ler esse texto e compreender o quanto de amor há em vc, e que lhe perdoe. Amei sua coragem.

Bjs

lEILA

Artelinear disse...

Que lindo Gesto amiga, o Pedro certamente irá reconciderar, amor de vó-mãe é lindo, mas ele a ama sim, só precisa declarar, aguarde em Deus o precioso momento chegará em breve aí sim você voltará aqui nesse seu cantinho e irá compartilhar essa alegria conosco e então faremos mais uma festa como essa da Elaine.
Um Bju cheio de bençãos pra vc e pro Pedro!

Fabi Teixeira disse...

Mylla, o amor move montanhas, assim como a fé... Tenho certeza que a seu tempo Pedro ainda vai te dizer o quanto te ama.

Lindo texto, emocionante. Parabéns pela coragem, pela sinceridade, por compartilhar conosco um pouco da tua história.

Beijo grande.

* Maria Edméia * disse...

*Querida MYLLA !!! *

Como você está ?! Tudo bem ?!

Menina, gostei deste texto !!!

Texto CO-RA-JO-SO !!!

*Bom domingo e ótimo mês de

Outubro, minha amiga que também

é professora !!!

*Fiques com Deus.

*Beijosssssssss.

* Maria Edméia * disse...

*Ah, Mylla, qual é o nome dessa

senhora que completou 80 anos de

idade ?! Ela é a AVÓ do Pedro ,

filho da Elaine ?!

Vanessa disse...

Mylla

Muita coragem escrever esse depoimento...com certeza servirá de aprendizado pra cada um que vier até aqui e ler... ainda não sou mãe, como você já sabe. Te falo como filha, minha mãe sempre esteve muito perto, e mesmo assim, por motivos que eu não entendo, é como se fossemos apenas conhecidas... Tem muito amor, mas não tem intimidade. Apenas dê o seu amor a ele, não cobre. E certamente ele virá, de uma maneira que você saberá reconhecer!
Um grande beijo!

Tatá disse...

Olá,

A coisa mais importante você já fez. Nunca é tarde para começar novas histórias.
A vida é tão cheia de surpresas que numa esquina da vida você muda a direção!

Muito emocionante o seu relato.

Bjinhos.

ELAINE disse...

Ôi querida! Me emocionei quando li teu relato...Tão sincero, tão cheio de amor e sentimentos...Lindas tuas palavras! A vida é um eterno recomeçar...Já tô te seguindo!! Será bem vinda pra conhecer e seguir tbm! Se quiser...hehehehe
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/
Grande bjo!
Elaine Averbuch Neves

Georgia disse...

Mylla, vim aqui saber noticias tuas porque vc anda sumida. E li o comentario do teu filho. Ah que felicidade, nao é amiga?

Um grande beijo

lena disse...

Ola. Vim conhecer o seu blog. Tambem estou na blogagem colectiva da Elaine. Uma linda declaração de amor de mãe. Parabéns. Obrigado pela sua visita. Beijinhos e até breve.
Lena.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...