08 janeiro 2015

FALANDO SOBRE O PERDÃO!


Estou abrindo uma nova sessão no blog: "falando sobre..." em que vou falar sobre as virtudes mais importantes de um cristão verdadeiro. Não vou falar sobre religiões,  mas sobre atitudes, inerentes em nós que todo mundo tem, mas que poucos dão importância.  Num mundo como o de hoje,  acho muito importante que se enfatize essas virtudes; porque a morte se tornou banal demais entre a humanidade. O que era para ser apenas um dom de Deus,  torna-se uma espécie de poder "paralelo" que os homens tentam usurpar de Deus. COMEÇO  COM UMA VIRTUDE MUITA FALADA E POUCO EXERCIDA ENTRE TODOS: O PERDÃO.  O ser humano ainda é pequeno demais para perdoar. Acha ainda que só Deus tem esse poder. Sim, Ele nos perdoa, se nos arrependermos de nossos erros. Ele nos .perdoa se olharmos para dentro e reconhecermos nossa culpa. Meritório seria se pudéssemos reconhecer sempre, arrepender-mo-nos sempre. Mas movidos por um sentimento muito poderoso, o orgulho, o ódio - esquecemos de fazê-lo. Não é um mérito isso. Precisamos ainda de muitas evoluções para reparar esses erros. O nosso maior modelo de perdão é Jesus Cristo.  Ele, mais que ninguém,  perdoou não só seus algozes, como também seu próximo e
ensinou-nos essa difícil arte. Pois perdoar àqueles que nos fizeram mal é uma arte alcansável. O sentimento que mais predomina em nós é a vingança.  Para aprendermos, temos que dominar em nós esse sentimento tão ruim quanto o orgulho e o ódio.  "O ORGULHO é o terrível adversário da humildade. Para Deus, todos somos iguais. Não existe classe social alguma. A riqueza de uns e outros são meras provas porque passam as criaturas e nem elas serão levadas ao túmulo.  Quando nos despojarmos da carne, as riquezas aqui conquistadas; aqui ficarão.  Dela apenas colheremos as boas obras que praticamos através das mesmas. Sendo indulgente com as faltas do próximo - é uma das lições do perdão. Suportar com coragem as humilhações a que somos impostos durante nossa caminhada na Terra, é uma forma de nos penitenciar de nossas próprias culpas. É nos reconhecer humildes perante à Deus, nosso Pai. A Vingança é o TRAÇO mais bárbaro que ainda existe entre os os homens, o atraso em suas vidas. Aquele que deseja se vingar dos que lhe fizeram mal, é antes um covarde. E age como seus próprios inimigos, igualando-se a eles. Amar seus inimigos é antes de tudo, tornar-nos superiores a eles, pois que este sacrifício é agradável aos olhos de Deus. O amor despretensioso é agradável aos olhos de Deus".  Esse é o maior mérito do perdão. 


A arte do perdão é um tanto dura, pois que muitas pessoas acham que basta abrir a boca e falar: "eu te perdoo" e pronto! E se perdoam nossas faltas.
O perdão é mais que isso. é esquecer o mal praticado, é limpar o coração das faltas alheias, é ver o outro com "olhos de amor fraterno".
Não pede-se que a pessoa perdoada volte a viver com a gente - mas se tal acontecer, será uma nobreza muito grande de caráter.
Por isso, há dois tipos de perdão: o da boca para fora - quando se perdoa com os lábios e remói o perdão; e o perdão de coração. 
Esse o verdadeiro perdão...
Vamos incluir essa virtude em nossas vidas, de modo que possamos perdoar o nosso passado e viver o nosso futuro plenamente?



Um comentário:

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Milene
Perdão é Dom divino e creio nisso...
Bjm festivo de 2015

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...